Guilherme Boulos (PSOL) e Bruno Covas (PSDB)
Divulgação
Guilherme Boulos (PSOL) e Bruno Covas (PSDB)


O insituto XPinc divulgou nesta quinta-feira (26) a segunda rodada da pesquisa XP/Ipespe, realizada a pedido do jornal Valor Econômico, com número de registro no TSE SP09138/2020. Segundo a aferição, a distância entre Bruno Covas (PSDB) e Guilherme Boulos (PSOL) caiu de 20 para 8 pontos percentuais em votos válidos em relação ao último levantamento realizado na semana anterior. Covas tem 54% dos votos válidos contra 46% de Boulos, na última atualiação a diferença estava em 60% para o tucano contra 40% para o psolista.


Ao considerar os votos totais, Boulos teve um salto de 9 pontos percentuais passando de 32% para 41%, já Covas se manteve estável com 48% das intenções de votos. O número de eleitores que votarão em branco, nulo ou em nenhum dos dois candidatos caiu de 15% para 8%, outros 3% não responderam. Foram ouvidos 800 eleitores entre os dias 24 e 25 de novembro.

A pesquisa também fez um levantamento sobre a rejeição dos candidatos. Neste segmento Boulos lidera com 42% do eleitorado declarando que não votaria no candidato do PSOL de jeito nenhum, já Covas tem 34% de rejeição. No entanto, a avaliação positiva da gestão do atual prefeito caiu. Os eleitores que consideram a administração Covas boa ou ótima caiu de 37% para 31%, enquanto a avaliação negativa subiu de 21% para 24%. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários