Márcio França em campanha de rua
Fernanda Luz/Fotos Públicas
Márcio França ficou em terceiro lugar no 1º turno

O PSB quer declarar apoio ao candidato Guilherme Boulos (PSOL) no 2º turno das eleições municipais em São Paulo , mas o ex-governador Márcio França (PSB), que ficou em terceiro lugar no 1º turno, é contra a decisão por conta da falta de apoio do PSOL em 2018 quando ele foi para o 2º turno contra João Doria para chegar ao comando do estado de São Paulo. As informações são da coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo .

O presidente do PSB, Carlos Siqueira, e França (PSB) terão uma reunião na noite desta quinta-feira (19) para definir qual será o posicionamento do partido. Eles deverão anunciar uma posição após o encontro. Há expectativa que o PSB formalize o apoio, sinalizando uma união na esquerda, deixando de lado o apoio pessoal de França.

Nesta quarta-feira (18), Siqueira, inclusive, já conversou com Boulos a vice dele, Luiza Erundina (PSOL), que foi do PSB.

O argumento da sigla é que o partido deve se somar ao espectro da esquerda, apesar das diferenças, como fez em Porto Alegre, e se distancie de João Doria (PSDB), cujo candidato é Bruno Covas.

    Veja Também

      Mostrar mais