Davi Alcolumbre (DEM-AP)%2C presidente do Senado
Jefferson Rudy/Agência Senado
Davi Alcolumbre (DEM-AP), presidente do Senado

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), informou que vai solicitar à Polícia Federal (PF) e ao Ministério Público Federal (MPF) a investigação das causas do incêndio na subestação de energia que provocou apagão que já dura mais de uma semana no Amapá .

Devido ao problema de fornecimento de energia, a  pedido do Tribunal Regional Eleitoral do Amapá (TRE-AP), o  Tribunal Superior Eleitoral (TSE) autorizou o adiamento das eleições na capital do estado, Macapá.

Há vários dias, manifestantes pedem a regularidade do fornecimento de eletricidade, que está sendo atendido com falhas em sistema de rodízio.

O governo federal prevê que a distribuição volte a 100% até a próxima segunda-feira (16), quase duas semanas depois do incêndio na subestação que deixou 13 das 16 cidades do estado às escuras. O prazo determinado pela Justiça, no entanto, obriga uma solução até esta quinta-feira (12).

Segundo balanço da Polícia Militar, entre sexta-feira (6) e a madrugada de terça-feira (10), foram mais de 50 atos contra as falhas no fornecimento de energia. Um dos protestos de terça-feira bloqueou por cerca de oito horas a BR-210, na Zona Norte de Macapá.

    Veja Também

      Mostrar mais