Presidente Jair Bolsonaro disse que
Marcos Corrêa/PR
Presidente Jair Bolsonaro disse que "ganhou" após Anvisa suspender vacina contra Covid-19

O presidente  Jair Bolsonaro (sem partido) compartilhou em sua conta oficial do Facebook algumas das razões que justificariam a suspensão dos testes da vacina Coronavac pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Nas redes sociais, ele compartilhou a decisão que interrompeu os testes do imunizante contra a Covid-19 , criada pelo Instituto Butantan, do governo de São Paulo, em parceria com o laboratório chinês Sinovac. Em resposta a um internauta, Bolsonaro disse que "ganhou".

"Morte, invalidez, anomalia. Esta é a vacina que o Dória queria obrigar a todos os paulistanos tomá-la. O Presidente disse que a vacina jamais poderia ser obrigatória. Mais uma que Jair Bolsonaro ganha", escreveu o presidente.

Bolsonaro justifica que a suspensão foi emitida devido a efeitos adversos, ainda que a Anvisa não tenha dito de maneira específica qual efeito havia sido constatado em um dos voluntários para decretar a interrupção dos testes.

A Anvisa emitiu uma nota nesta segunda-feira (9) e informou os efeitos adversos graves que poderiam ter interrompido o desenvolvimento do imunizante, mas não deixou claro qual havia sido verificado no caso de um voluntário que morreu. Para o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, o óbito não possui qualquer relação com os testes da vacina.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários