Chapa pode se tornar realidade nas eleições de 2022
Reprodução
Chapa pode se tornar realidade nas eleições de 2022

Não é de hoje que o nome do apresentador Luciano Huck vem sendo ligado a um possível futuro no mundo da política, com muitas especulações apontando para a possibilidade de ele concorrer ao cargo de presidente do Brasil. Agora, surgem conversas de que uma aliança com o ex-ministro da Justiça Sérgio Moro estaria sendo "costurada" para tentar barrar a reeleição de Jair Bolsonaro em 2022 .

Segundo informações do jornal Folha de S.Paulo, Huck e Moro se encontraram no apartamento do ex-juiz em Curitiba no último dia 30 de outubro para acertar a criação do que chamaram de "terceira via" para o próximo pleito, uma chapa que não se situasse em nenhum dos extremos. Ambos concordaram que há espaço para a construção de candidatura com a marca da “racionalidade”.

Ainda de acordo com a publicação, a dupla vem mantendo contato desde um encontro na edição de 2019 do Fórum Econômico Mundial, em Davos, quando trocaram telefones, mas até este encontro, ainda não haviam sentado para tratar de política.

Na conversa, que ainda foi preliminar e não definiu quem será o "cabeça" da dupla, trataram sobre possíveis nomes que podem ser convidados a participar da construção da chapa e definiram alguns dos principais pontos a serem defendidos: agenda liberal para a economia , luta contra a corrupção e redução da desigualdade social .

Agora, para que o sonho de combater Bolsonaro e colocar em prática tais medidas possa se tornar realidade,  Huck e Moro precisarão se filiar a partidos até abril de 2022, seis meses antes da eleição. Entre as principais opções, surgem o Cidadania, o Podemos e o Novo, mas nada de concreto ainda existe neste campo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários