Jair Bolsonaro
Agência Brasil
Presidente Jair Bolsonaro (sem partido)

presidente Jair Bolsonaro (sem partido) questionou nesta segunda-feira (26) se não é mais interessante apostar na cura da Covid-19 e não na vacina contra a doença. Na visão do chefe do Executivo, a produção de imunizações pode levar cerca de quatro anos para ficar pronta.

"Agora, pelo que tudo indica, né, todo mundo diz que a vacina que menos demorou foram quatro anos. Eu não sei porque correr em cima dessa. Eu dou minha opinião pessoal. Não é mais barato ou mais fácil investir na cura do que até na vacina? Ou jogar nas duas, mas também não esquecer da cura", disse aos apoiadores que estavam no Palácio da Alvorada.

Bolsonaro voltou a defender o uso da hidroxicloroquina para o tratamento do novo coronavírus. O medicamento não tem eficácia comprovada e não é recomendando pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

"A cura, eu, por exemplo, sou testemunha. Eu tomei a hidroxicloroquina , outros tomaram ivermectina, outros tomaram Annita e deu certo. Pelo que tudo indica, todo mundo que tratou precocemente com uma dessas três opções foi curado", afirmou o presidente.

    Veja Também

      Mostrar mais