tse
Renan Olaz/CMRJ
Carlos Bolsonaro é candidato à reeleição no Rio


Em mais uma atitude polêmica , o presidente Jair Bolsonaro  doou, em espécie, R$ 10 mil para a campanha do filho Carlos Bolsonari (Republicanos-RJ), que tenta a reeleição na Câmara Municipal do Rio de Janeiro. A prática é considerada irregular pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).


Esse fomarto de donativo vai ao encontro da resolução da Corte Eleitoral sobre doações acima de R$ 1.064,10. Neste caso, a transação só pode ser feita mediante transferência bancária ou cheque cruzado e nominal. Segundo informações da Folha de S.Paulo, o Palácio do Planalto e o vereador não comentaram a situação.

De acordo com orientaçãos do TSE, o dinheiro depositado irregularmente não pode ser usado e deve ser devolvido ao doador. Seu uso pode criar implicações na análise das contas eleitorais do candidato. Ainda segundo a publicação, Carlos não apresentou as despesas ao TSE, mas declarou a transferência de R$ 10 mil de sua própria conta para a conta de campanha.

    Veja Também

      Mostrar mais