Bruno Covas
André Bueno / Câmara de São Paulo
Bruno Covas terá maior tempo eleitoral na TV

O prefeito Bruno Covas (PSDB), candidato à reeleição e segundo colocado nas pesquisas à Prefeitura da capital paulista, terá quatro vezes mais tempo de propaganda eleitoral na TV do que o deputado Celso Russomanno (Republicanos), que lidera as intenções de voto. Com uma coligação que reúne seis partidos, Covas terá direito a 3 minutos e 29 segundos. A coligação de Russomano, que reúne duas siglas, terá 51 segundos.

Segundo a última pequisa divulgada sexta-feira pelo Ibope, Russomanno tem 26% das intenções de voto e Covas segue em segundo lugar, com 21% . Tecnicamente os dois estão empatados dentro da margem de erro, que é de três pontos percentuais para mais ou para menos.

O horário eleitoral gratuito começa na próxima sexta-feira,  dia 9 de outubro.

O ex-governador Márcio França (PSB) tem o segundo maior tempo, de 1m36s, seguido por Jilmar Tatto, do PT, com 1m7s, e Joice Hasselmann, do PSL, com 1m4s.

Guilherme Boulos, do PSOL, que aparece na terceira posição nas pesquisas, empatado com Márcio França, terá 17 segundos. Boulos tem 8% das intenções de voto e França 7%.

Andrea Matarazzo (PSD) terá 45 segundos de propaganda. Orlando Silva (PCdoB) terá 17 segundos, seguido por Arthur do Val (Patriota), com 16 segundos e Filipe Sabará (Novo), com 15 segundos.

Os tempos de inserção na tevê e no rádio são iguais. A lei prevê dois blocos diários de dez minutos, no rádio e na TV. Em São Paulo, por sorteio, ficou estabelecido que Orlando Silva, do PCdoB, vai abrir o horário eleitoral. O sistema prevê rodízio - a cada dia a propaganda veiculada por último, na véspera, será a primeira, apresentando-se as demais na ordem do sorteio.

Tempo proporcional

Desde 2015, 90% do espaço são divididos entre os candidatos de acordo com o número de deputados federais eleitos pelos seis maiores partidos que integram a coligação. Os 10% restantes são distribuídos igualmente entre as chapas. 

Covas tem o maior número de partidos coligados, num total de 180 representantes na Câmara Federal. A segunda maior coligação é a de Márcio França, com quatro partidos e 80 deputados federais.

A Aliança por São Paulo, coligação de Russomanno, tem 40 parlamentares na Câmara dos Deputados.

Quatro candidatos à Prefeitura de São Paulo não terão tempo de propaganda eleitoral gratuita : Antonio Carlos (PCO), Levy Fidelix (PRTB), Marina Helou (Rede) e Vera Salgado (PSTU). O motivo é a cláusula de barreira, que regula o acesso a recursos públicos para financiamento de  campanhas e a propaganda eleitoral gratuita.

Veja o tempo de cada candidato

  • Bruno Covas (PSDB) -  03:29
  • Márcio França (PSB) -  01:36
  • Jilmar Tatto (PT)       -  01:07
  • Joice Hasselmann  (PSL) -  01:04
  • Celso Russomanno (Republicanos) - 00:51
  • Andrea Matarazzo (PSD) -  00:45
  • Guilherme Boulos (PSOL)- 00:17
  • Orlando Silva (PCdoB) -  00:17
  • Arthur do Val (Patriota) - 00:16
  • Filipe Sabará (Novo) - 00:15


Conheça as maiores coligações:

  • Aliança Por São Paulo: PTB e Republicanos
  • Todos por São Paulo: Progressistas, MDB, Podemos, PL, Democratas e PSDB
  • Aqui tem palavra:  PDT, PSB, Avante e Solidariedade

    Veja Também

      Mostrar mais