Urna eletrônica
Agência Brasil
Cidades com apenas um candidato não passam de 25 mil eleitores

Dos 5.568 municípios brasileiros habilitados para ter eleições municipais neste ano, 107 deles vão ter só uma opção candidato a prefeito. A maioria deles está localizado no Rio Grande do Sul, em Minas Gerais e no Paraná e todos apresentam uma característica comum, não passando de 25 mil eleitores.

O número ficou próximo do que já foi registrado em anos anteriores. Em 2016, essa quantidade foi de 95, enquanto em 2012 o número foi de 108.

Nessas cidades, onde há apenas um concorrente, a lei eleitoral permite que ele vença o pleito com apenas um voto. Na prática, isso significa dizer que, se só um pessoa o escolhesse e todo restante da população votasse nulo ou branco, ele seria o vencedor.

No Rio Grande do Sul, estado com o maior número de casos, os candidatos únicos estão em cidades como Chuí (4.330 eleitores), Veranópolis (17.540), Catuípe (7.329), Entre-Ijuís (7.114), Tuparendi (7.087), Segredo (5.484), Morro Reuter (5.245) e Gaurama (5.129).

Os 107 candidatos únicos são filiados a 23 partidos, sendo que MDB (18), PP (14) e PSDB (12) são as siglas mais frequentes.

    Veja Também

      Mostrar mais