Marcela Parsons vai assumir secretaria no governo Bolsonaro
reprodução / Twitter
Marcela Parsons vai assumir secretaria no governo Bolsonaro

O governo Bolsonaro nomeou Marcela Frias Pimentel Parsons como Secretária Nacional de Paradesporto da Secretaria Especial do Esporte. O salário para exercer a função ultrapassa R$ 16 mil mensais.

O presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) em 2016, Andrew Parsons , é esposo de Marcela. Ele é acusado de usar verba pública pela Lei Agnelo/Piva para quitar viagens de luxo para Marcela e ele, que o acompanhava em deslocamentos internacionais para representar o CPB pelo mundo.

A nova secretária seria falsamente apresentada em ofícios como funcionária do comitê, o que garantiria a viagem de Marcela Parsons na altura em classe executiva com reembolso de diárias. A denúncia foi publicada pelo Uol, em 2017.

Cada viagem do casal custava em média R$ 55 mil, com direito a passagens executivas, aluguel de carros e hospedagem em hotéis de luxo. Marcela teria acompanhado o marido em viagens para a Grécia, Japão e para o Canadá, durante os Jogos Pan Americanos , com tudo pago pelos cofres públicos.

Em nota encaminhada ao portal iG após a publicação da notícia, a Secretaria Especial do Esporte disse que o Ministério Público junto ao Tribunal de Contas da União (TCU) recomendou a exclusão de Marcela Parsons do polo passivo do processo.

"Marcela Parsons acompanhou o marido, Andrew Parsons, então presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), em três viagens oficiais em 2015, respeitando a resolução DIREX-CPB n°. 04-2009, que permitia expressamente a emissão de passagens e o pagamento de diárias para acompanhantes do presidente ou vice-presidentes da instituição, diretriz chancelada pelo TCU até 2016", disse a Secretaria.

E complementou: "Também vale informar que Marcela Parsons nunca foi falsamente apresentada em ofícios como funcionária. Houve erro meramente formal. Marcela tinha dois perfis no sistema eletrônico de solicitação de passagens do CPB. Um como acompanhante/cônjuge do presidente da instituição e outro como coordenadora de Hipismo, cargo que ela efetivamente desempenhou em quatro edições dos Jogos Paralímpicos (Atenas 2004, Pequim 2008, Londres 2012 e Rio 2016)".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários