maia
Najara Araújo/Câmara dos Deputados
Rodrigo Maia, presidente da Câmara


O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), declarou ao blog da Ana Flor, no G1, que a tentativa de prorrogar o estado de calamidade pública em 2021, com o intuito de aumentar os gasto públicos, "não prospera". 


O presidente relembrou que iniciativas com este intuito precisam da aprovação do Congresso. O estado de calamidade pública tem validade até o dia 31 de dezembro. 

O estado de calamidade permite ao governo federal não cumprir a meta de déficit primário , que impede o crescimento dos gastos além da inflação. A ideia de prorrogar a medida surgiu durante uma reunião da Junta de Execução Orçamentária, há três semanas. 

A meta inicial de déficit em 2020 era de R$ 124 bilhões, mas deve ultrapassar R$ 800 bilhões por causa da pandemia. 

    Veja Também

      Mostrar mais