mourão
Agência Brasil
Vice-presidente general Hamilton Mourão

vice-presidente Hamilton Mourão disse que o Brasil está sendo pressionado por países que "não fizeram o trabalho" de preservar as próprias florestas. Mourão também entrou em defesa do ministro da Economia, Paulo Guedes, que havia feito críticas sobre desmatamento no exterior.

O ministro da Economia havia pedido em uma videoconferência promovida nesta quinta-feira (6) por um instituto em Chicago (EUA) que os estrangeiros fossem "gentis" com o Brasil.

"Eu só peço que vocês sejam gentis, pois nós somos muito gentis. Nós entendemos sua preocupação. Tendo vivido tudo o que vocês viveram, vocês querem nos poupar de destruir nossas florestas, como vocês destruíram as de vocês. Vocês querem nos poupar de perseguir índios, nativos. Nós entendemos isso", disse Guedes .

Em resposta sobre a fala de Guedes, Mourão disse: "Não é questão de que é o jeito mais adequado. É que às vezes a gente sofre determinadas pressões oriundas de países que não fizeram o trabalho deles em outro período da história. [...] Não atrapalha, o Guedes ele só ajuda", contou ao G1.

No momento, o vice-presidente Mourão é o chefe do Conselho Nacional da Amazônia Legal e se reúne com investidores brasileiros e estrangeiros para discutir a preservação ambiental .

    Veja Também

      Mostrar mais