Ricardo Braga ocupava o cargo de Secretário de Regulação e Supervisão da Educação Superior do MEC
Luis Fortes / MEC
Ricardo Braga ocupava o cargo de Secretário de Regulação e Supervisão da Educação Superior do MEC

Mais um assessor ligado ao  ex-ministro da Educação Abraham Weintraub foi exonerado pelo governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). A saída de Ricardo Braga, que atuava como Secretário de Regulação e Supervisão da Educação Superior do MEC foi publicada na manhã desta quarta-feira (29), no Diário Oficial da União. Até o momento não há um nome para substituir a vaga.

Economista de formação, Braga também foi colega de trabalho de Weintraub na época em que ambos trabalhavam no Banco Votorantim. O ex-secretário de Regulação do MEC foi gestor de investimentos na Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

O atual ministro da Educação, Milton Ribeiro , demitiu nesta terça-feira (28) quatro nomes remanescentes da gestão antecessora. A dispensa tem como intuito mudar a "cara" do ministério, ligada a Olavo de Carvalho ideologicamente com a liderança de Weintraub.

Entre os demitidos está Auro Hadano Tanaka, Eduardo André de Brito Celino, Sérgio Henrique Cabral Sant’ana e Victor Sarfatis Metta. Apenas o coronel Paulo Roberto permanece na vaga de assessor especial dentro do MEC.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários