homem falando
Divulgação
Allan dos Santos, blogueiro bolsonarista, é investigado pelo STF

Youtubers bolsonaristas investigados e não investigados pelo inquérito das fake news têm intensificado a ocultação de conteúdo já publicado nas redes sociais nos últimos meses. A informação é do colunista Chico Alves, do portal UOL, que destacou em um levantamento da empresa Novelo pelo menos 3,1 mil vídeos ocultados em plataformas como o youtube.

Leia também

Segundo o colunista, o início do apagamento em massa dos vídeos ocorreu no momento em que as ações do STF, pot meio do ministro Alexandre de Melo, contra blogueiros e ativistas online foi intensificada. Com mandados, apreensões de computadores e celulares de nomes famosos nas redes sociais foram realizadas.

O mês de junho teria sido o momento com maior ocultação dos vídeos, contabilizando 2 mil exclusões. No mês de maio, uma média de 1 mil vídeos foram excluídos.

Segundo o levantamento, o canal Gigante Patriota e Terça Livre TV foram os que mais tiveram redução no número de vídeos, com 1,3 mil e 272 vídeos deletados. Allan dos Santos, dono do terça livre, é um dos investigados pelo STF.

    Veja Também

      Mostrar mais