Gilmar Mendes usou as redes sociais no último sábado (06) para criticar a mudança pelo feito governo federal na divulgação de dados referentes ao coronavírus no Brasil . O ministro do Supremo Tribunal Federal disse que a "manipulação de estatísticas é manobra de regimes totalitários".

Leia também: Mundo passa de 400 mil mortes por Covid-19 neste domingo

Gilmar Mendes
Reprodução/Instagram
Gilmar Mendes


"A manipulação de estatísticas é manobra de regimes totalitários. Tenta-se ocultar os números da #COVID19 para reduzir o controle social das políticas de saúde", escreveu ele. "O truque não vai isentar a responsabilidade pelo eventual genocídio. #CensuraNao #DitaduraNuncaMais", completou Gilmar Mendes .

Desde o final dessa semana, o boletim do Ministério da Saúde com os dados do coronavírus no Brasil passou a ser publicado com atraso e menos informações que o normal. Agora, o portal não informa mais os dados acumulados da pandemia.

Leia também: Brasil tem 904 mortes por Covid-19 e 27.075 novos casos

Gilmar Mendes foi smoderador de um debate promovido pelo IDP e que teve a participação de Mandetta, ex-ministro da Saúde, demitido por Bolsonaro no meio da pandemia. No encontro, Mandetta disse que o desmanche de informação é uma tragédia para o país. "Do ponto de vista de saúde, é muito ruim, é uma tragédia o que a gente está vendo, de desmanche da informação", disse Mandetta.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários