Lula
Agência Brasil / Imagem de arquivo
Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva criticou gestão da Covid-19 feita pelo governo Bolsonaro

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) fez críticas ao governo Bolsonaro na manhã desta quinta-feira (4) devido ao alto número de pessoas mortas pelo novo coronavírus no Brasil. Na visão do petista, o governo "continua tratando as pessoas como números" e que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) deveria "tomar sopa de cloroquina" recebida dos Estados Unidos e ser "impichado".

Leia mais: Anonymous expõe caso Marielle com dados de supostos envolvidos

"Vocês viram essa quantidade de remédio que o Bolsonaro recebeu dos EUA? Ele devia pegar essa cloroquina que ele comprou, fazer uma sopa, e tomar. Quem tem que saber de remédio é cientista. Ele deveria ser impichado. A quantidade de sandice que ele fala...", disse Lula em sua conta oficial do Twitter.

O petista também disse que apesar do PT ter elegido 220 vice-prefeituras nas últimas eleições municipais, seria piada "chamar o PT de hegemonista". "Eu fui durante muito tempo o Lulinha Paz e Amor. Já fiz muita aliança" e complementou "O PT fará alianças. Mas não fará com Bolsonaro".

As comparações entre o bolsonarismo e o lulismo também foram alvo de críticas do ex-presidente, que afirma ter colocado a sociedade "para ajudar a governar".

"Quem diz que o lulismo e o bolsonarismo são iguais ou é medíocre ou é mau caráter. Eu coloquei a sociedade pra me ajudar a governar. Fiz 74 conferências nacionais pra debater TODAS as políticas públicas que foram implantadas no meu governo. Era acusado até de assembleísmo", escreveu o petista no Twitter.

    Veja Também

      Mostrar mais