FNDE
Reprodução/Google Maps
Prédio do FNDE, autarquia vinculada ao MEC


Foi publicado na manhã desta segunda-feira (1) Diário Oficial da União a nomeação do chefe de gabinete de Ciro Nogueira (PP-PI) líder do Centrão, Marcelo Lopes da Ponte , para presidir o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação ( FNDE ), que teve um orçamento de R$ 55 bilhões em 2019.

 A nomeação foi assinada pelo ministro-chefe da Casa Civil, General Braga Netto. O FNDE é uma das autarquias do Ministério da Educação e é responsável pela execução de diversos programas nacionais, como o Programa Nacional do Livro e Material Didático (PNLD), o Programa Nacional de Reestruturação e Aquisição de Equipamentos para a Rede Escolar Pública de Educação Infantil (Proinfância) e o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE).

Leia também: Professor da Uerj explica como o bolsonarismo ascendeu no Brasil

No dia 18 de maio, o governo já havia nomeado Garigham Amarante Pinto, indicado pelo PL, para o cargo de diretor de Ações Educacionais do FNDE. A nomeação Macelo Lopes é mais um dos indicados pelo Centrão a receber cargos no governo federal, em uma tentiva do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) formar uma base no Congresso, aprovar projetos e barrar um eventual processo de impeachment

O Centrão é composto por diversos partidos do espectro da centro-direita, mas que não necessariamente defendem pautas específicas. Esse grupo é conhecido pelo fisiologismo na política, que significa agir por convêniencia com os governos de turno garantindo apoio em troca de cargos estratégicos. Os acordos feitos entre o Centrão e as gestões petistas foi alvo constante de ataques do presidente Bolsonaro que acusa essas práticas de " velha política " e passíveis de corrupção.

    Veja Também

      Mostrar mais