Jilmar Tatto falando ao microfone
Alex Ferreira / Câmara dos Deputados
Jilmar Tatto já foi secretário dos Transportes de São Paulo

O ex-deputado federal e ex-secretário de Transportes de São Paulo, Jilmar Tatto , foi escolhido na tarde deste sábado como candidato do PT à prefeitura da capital nas próximas eleições municipais  de 2020 Tatto foi escolhido após videoconferências realizadas pelo partido ontem e hoje.

Filiado ao PT desde 1981, Tatto foi deputado federal, estadual e secretário de Transporte de São Paulo nas gestões de Marta Suplicy e Fernando Haddad.

Além de Tatto, o ex-ministro Alexandre Padilha também estava na disputa. Após o resultado da votação, Padilha disse em seu Twitter que se unirá a Tatto para combater a extrema direita em São Paulo.

Leia também: Freixo desiste de se candidatar à prefeitura do Rio de Janeiro

"Vamos juntos com o companheiro Jilmar Tatto unir a esquerda e combater a extrema direita em São Paulo. Prossigo como deputado federal na luta e em apoio a todos nossos candidados de SP e do Brasil", postou.

Segundo informações do G1, era esperado que 20 mil dos 180 mil filiados em São Paulo participassem das eleições, porém as prévias foram canceladas em função do coronavírus.

Leia também: Unificação das eleições em 2022 traria 'inferno gerencial' ao TSE, diz Barroso

Inicialmente, a escolha seria realizada por integrantes do diretório municipal, mas foram incluídos dirigentes zonais e setoriais. O eleitorado passou para 615. Foram 312 votos para Tatto e 297 para Padilha.

A viabilidade eleitoral de Tatto é vista com desconfiança pelo PT. O partido alimenta a expectativa de uma aliança com Marta Suplicy, filiada ao Solidariedade.

    Veja Também

      Mostrar mais