pt
Reprodução/Facebook
Partido dos Trabalhadores (PT) vai decidir neste sábado (16) quem será o candidato nas eleições municipais de São Paulo

A disputa pela vaga de candidato à prefeitura de São Paulo pelo Partido dos Trabalhadores (PT) será decidida neste sábado (16). Os nomes que aparecem na corrida são Jilmar Tatto e Alexandre Padilha. A votação secreta e online será feita entre os 615 membros de diretórios regionais de São Paulo.

Leia mais: Pré-candidatos já podem arrecadar verba com financiamento coletivo

Uma reunião virtual com os pré-candidatos e líderes petista abre o processo de seleção e está previsto para acontecer às 18h desta sexta-feira (15). A escolha deveria ter sido feita em março, mas devido a pandemia da Covid-19 sofreu alterações.

Fora do cenário ideal

Petistas já admitem ficar fora do segundo turno na capital paulista e entrar na disputa pelos votos da esquerda com o provável candidato do PSOL, Guilherme Boulos. A ex-prefeita Marta Suplicy (Solidariedade) é vista como uma alternativa para fortalecer a chapa, entrando como vice.


O ex-prefeito Fernando Haddad (PT) seria o favorito e tinha mais chances de ganhar a eleição, mas recusou a disputa. "Todo mundo gostaria que Haddad fosse candidato", disse o ex-presidente Lula em fevereiro deste ano.

De acordo com a Folha de São Paulo, Lula estaria preocupado com a divisão de votos da esquerda e líderes do PT também temem que o vencedor não tenha apoio interno devido ao formato restrito de votação, que já foi contestado. 

Leia também: Bolsonaro admite ter falado 'PF' em reunião, após negar menção por uma semana

Tatto segue como o favorito por ter maioria de apoiadores nos órgãos petistas de São Paulo. O favoritismo foi posto em dúvida quando o deputado federal Paulo Teixeira, o vereador Eduardo Suplicy e o urbanista Nabil Bonduki deixaram a corrida eleitoral para dar apoio a Padilha .

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários