Vladimir Passos Freitas e Sergio Moro
Reprodução Twitter Sergio Moro
Vladimir Passos Freitas e Sergio Moro


O governo federal exonerou Vladimir Passos Freitas do cargo de Secretário Nacional da Justiça . A decisão foi publicada na manhã desta segunda-feira (11) no Diário Oficial da União (DOU) e assinada pelo ministro-chefe da Casa Civil, Braga Netto.

Vladimir foi nomeado por Moro, o ex-secretário é desembargador aposentado e ex-presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4). O Diário Oficial não apresentou o responsável pela secretaria após a substituição. 

Leia também: Governo exonera mais dois superintendentes da Polícia Federal

Vladimir havia informado que não seguiria no cargo após demissão de Sergio Moro. "Fui para Brasília com o então ministro Sergio Moro. Diante de sua saída nessa data, comunico que também deixarei o MJSP. Em 1 ano e 4 meses, colhi uma das mais ricas experiências de minha vida”, disse nas redes sociais.

Ele era responsável pela articulação entre o Ministério da Justiça e os demais órgãos do Executivo, dos poderes e dos governos estaduais. Também era responsabilidade de Vladimir a coordenação de medidas envolvendo refugiados, migração, tráfico de pessoas e classificação indicativa. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários