moro
Agência O Globo / Zimel
Ex-ministro da Justiça, Sergio Moro

A defesa do ex-ministro Sergio Moro pediu para que o sigilo do depoimento prestado à Polícia Federal seja quebrado. A petição foi apresentada ao ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), relator do caso.

Leia mais: Bolsonaristas coordenam impulsionamento de postagens contra Moraes nas redes

O depoimento de Moro durou mais de oito horas no último sábado (2), e integra o inquérito de investigação sobre as supostas tentativas de interferência do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) nas Polícia Federal (PF).

A defesa do ex-juiz alega o intuito de evitar interpretações dissociadas do contexto das declarações como justificativa para a divulgação das informações do depoimento

“Considerando que a imprensa , no exercício do seu legítimo e democrático papel de informar a sociedade, vem divulgando trechos isolados do depoimento prestado pelo Requerente em data de 02 de maio de 2020".

Leia também: Bolsonaro manda jornalista "calar a boca" e nega agressão física à imprensa em protesto

O documento complementa que devido à relevância dos fatos, que são de interesse público, Moro não se oporia à publicidade do conteúdo do depoimento de maneira integral. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários