O presidente reclamou da divulgação de suas falas sobre a pandemia
Reprodução
O presidente reclamou da divulgação de suas falas sobre a pandemia


O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) repetiu que pode ter contraído o novo coronavírus  no passado, mesmo não tendo sentido os sintomas da doença. "Eu talvez já tenha pegado esse vírus no passado, talvez, e nem senti", declarou, nesta quinta-feira (30), em entrevista à rádio Guaíba.

Porém, ele reafirmou que "não está acometido" pela Covid-19, apesar de ter defendido o direito de não divulgar os dois exames que fez para detectar a enfermidade, que deram negativo, de acordo com ele.

Uma das reclamações de Bolsorano se referiu à sua fala ao tratar a Covid-19 como uma "gripezinha". "O general Heleno [ministro do Gabinete de Segurança Institucional] só ficou sabendo que estava com o vírus porque fez o teste. Foi pra casa e fez bicicleta todos os dias, com seus 70 e poucos anos. O que essa parte da imprensa quer? Potencializar o que está acontecendo e tentar jogar no meu colo as mortes das pessoas", disse.

A declaração aconteceu em meio a uma disputa judicial que ele trava para não ter que apresentar os resultados dos seus dois testes de coronavírus. O primeiro foi feito em 12 de março e o segundo, cinco dias depois.

Foi determinado , pela Justiça Federal de São Paulo, que o presidente envie os resultados de todos os seus exames de detecção da Covid-19. Ainda na entrevista à rádio, Bolsonaro garantiu que apresentará os documentos caso seja obrigado judicialmente.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários