Ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta arrow-options
Anderson Riedel/PR
Ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta , falou sobre a flexibilização das medidas de isolamento contra a Covid-19 em entrevista coletiva no Palácio do Planalto nesta terça-feira (14) e disse que "não vamos conseguir viver parados".

Segundo Mandetta, o Brasil vai ter que passar por esse movimento de transição para que seja construída uma imunidade coletiva. A discussão é com qual velocidade isso será feito.

Leia também: Taxa de isolamento social volta a cair em São Paulo

Se for acelerado, disse o ministro, alguns lugares terão falta de recursos humanos e respiradores. Se for menos acelerada, "podemos ganhar imunidade com tempo um pouco maior", afirmou.

A declaração de Mandetta é uma sinalização do chefe da pasta para o presidente Jair Bolsonaro, que defende o isolamento vertical, quando somente os grupos de risco permancecem em casa. A preocupação do presidente é que a redução generalizada de circulação possa prejudicar a economia.

    Veja Também

      Mostrar mais