Orientação foi dada pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1).
Reprodução/NIAID-NIH
Orientação foi dada pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1).

O Tribunal Regional Federal da 1ª Região ( TRF1 ), que abrange 13 Estados e o Distrito Federal, baixou uma orientação aos juízes federais de primeira instância para que direcionem os recursos obtidos com condenações ou acordos judiciais para ações de combate à pandemia do coronavírus . A ordem foi feita em provimento assinado na noite de ontem pela corregedora regional do TRF1, Maria do Carmo Cardoso, e enviada hoje aos magistrados da região, que corresponde a 80% do território brasileiro.

Leia também: Travamento absoluto do país é péssimo para a saúde, afirma Mandetta

Pelo documento, caberá aos órgãos da Justiça Federal estabelecer contato direto com as instituições de saúde para levantar informações sobre a necessidade de itens a serem adquiridos. Segundo a orientação, os valores podem ser repassados para os cofres estaduais ou diretamente aos cofres do hospital a ser beneficiário.

Quando um réu é condenado, além do cumprimento de pena, a Justiça geralmente estabelece uma multa para reparação dos danos causados. Além disso, determinados acordos estabelecem pagamentos de valores à Justiça. São esses recursos que os magistrados destinarão ao combate ao coronavírus.

Você viu?

"Os magistrados de primeiro grau deverão destinar os recursos provenientes do cumprimento de penas de prestação pecuniária, transação penal e suspensão condicional do processo nas ações criminais à aquisição de materiais e equipamentos médicos a serem utilizados pelos profissionais da saúde no combate da pandemia Covid-19, nos termos deste provimento", diz o primeiro artigo do documento.

Segundo as regras estabelecidas pela corregedora, os recursos não poderão ser destinados a bancar despesas de custeio das instituições de saúde nem para pagamento de remuneração dos integrantes das instituições.

"Os recursos deverão ser destinados à aquisição de materiais e equipamentos médicos necessários ao combate da pandemia Covid-19, como respiradores, máscaras n. 95, aventais descartáveis, luvas e óculos de segurança para utilização pelos profissionais da saúde, materiais e equipamentos médicos necessários ao diagnóstico, à prevenção e ao combate da pandemia Covid-19", aponta o provimento.

Leia também: Violência doméstica no Rio cresce 50% durante confinamento 

Após o repasse, é exigida a prestação de contas e fiscalização da aplicação dos recursos. Os juízes deverão dar publicidade à destinação de recursos e informar o Ministério Público e tribunais de contas para fins de fiscalização.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários