O prefeito de São Paulo, Bruno Covas , recebeu nesta sexta-feira o ex-governador Geraldo Alckmin para uma conversa na prefeitura. A visita aconteceu uma semana depois de o prefeito ter recebido o diagnóstico de que seu câncer persiste.

Leia também: Ceará: assassinatos aumentaram 178%  com motim ocorrido no mês de fevereiro

Bruno Covas foi segundo entrevistado da nova temporada do Roda Viva
Paulo Guereta/Photo Premium/Agência O Globo
Bruno Covas foi segundo entrevistado da nova temporada do Roda Viva


O ex-presidenciável está afastado da política desde 2018 e, de vez em quando, é lembrado como alternativa no PSDB caso Covas não possa concorrer à reeleição este ano. Ele, entretanto, tem dito que não tem interesse em disputar a eleição municipal e que o candidato do partido é Covas.

Alckmin iniciará este ano um doutorado na área de medicina por dois anos. Atualmente ele tem um quadro sobre saúde na TV Bandeirantes e dá aulas para turmas de medicina da Faculdade UniNove.

Leia também: Diamantes e ouro usados por Cabral para lavar dinheiro são recuperados

Após o encontro, ambos fizeram brincadeira sobre as especulações eleitorais. Perguntado se poderia sair da dupla uma chapa para a disputa à prefeitura de São Paulo, o prefeito brincou: "Só se for para a diretoria do Santos Futebol Clube", disse. Segundo o prefeito, o encontro passou por uma conversa sobre sua saúde e a proposta de reforma tributária discutida no Congresso.

Covas dá sinais de que vai disputar a eleição. Ele já tem marqueteiro e começa a estruturar o diretório municipal do PSDB com contratações para dar suporte durante a campanha. Aliados do prefeito dizem que ele apenas não será candidato se ele não quiser.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários