Eduardo Bolsonaro
Michel Jesus/ Câmara dos Deputados
Eduardo Bolsonaro elevou tom das críticas ao Congresso

O deputado Eduardo Bolsonaro , filho do presidente Jair Bolsonaro , elevou o tom das críticas ao Congresso Nacional e segeriu que a população não "choraria" se houvesse uma bomba H no Parlamento. A crítica foi feita pelo parlamentar no Twitter ao comentar a publicação de um vídeo de 2018 no qual o pai dele disse que "haveria uma festa no Brasil" se caísse uma bomba H no Congresso.

O tuíte foi feito por Eduardo após Bolsonaro publicar dois vídeos no qual seus apoiadores são convocados para participar de um protesto em defesa do presidente da República. Os vídeos, no entanto, também fazem críticas ao Congresso.

Depois da repercussão negativa do caso, Bolsonaro pediu para que seus ministros não manifestem endosso ao protesto nem compareçam a ele . O objetivo seria evitar um desgaste maior do Planalto com o Legislativo e o Judiciário .

Para acalmar mais os ânimos, auxiliares do presidente também o orientaram para que ele entre com o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli , para dar explicações sobre o ocorrido.

    Veja Também

      Mostrar mais