Presidente Jair Bolsonaro
Marcos Corrêa/PR
Presidente Jair Bolsonaro assinou decreto de GLO

O presidente Jair Bolsonaro assinou nesta quinta-feira (20) um decreto que autoriza o envio das Forças Armadas para o Ceará com o o objetivo de combater a crise na segurança que atinge o estado. O decreto de Garantia da Lei e da Ordem foi publicado em uma edição extra do Diário Oficial da União (DOU) e, de acordo com o texto, os militares vão ficar na região até o dia 28.

Pouco antes da publicação do decreto, que também é assinado pelos ministros Fernando Azevedo e Silva (Defesa) e Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional), Bolsonaro disse em entrevista em frente ao Palácio da Alvorada, que a missão de militares em uma GLO é semelhante a uma "guerra".

O estado de Ceará vive uma escalada de tensão e passa por crise na segurança pública depois que policiais militares se amotinaram. A categoria está em greve pelo descontentamento com as propostas de reajuste salarial apresentadas pelo governo local.

Leia também: Ministros do STF criticam greve de policiais no Ceará

De acordo com a Secretaria de Segurança do Ceará, mais de 300 policiais militares do estado já respondem a Inquérito Policial Militar (IPM) e a processos disciplinares por envolvimento no movimento greve.

Após decisão do ministro Sergio Moro, da Justiça e Segurança Pública, tomada nesta quarta-feira (19), tropas da Força Nacional de Segurança se deslocaram para o Ceará nesta quinta.

    Veja Também

      Mostrar mais