Carlos Bolsonaro
Marcio Alves
O vereador Carlos Bolsonaro

Filho do presidente e vereador do Rio de Janeiro, Carlos Bolsonaro (PSC) voltou a criticar a imprensa na tarde desta sexta-feira (14). “São leões contra os que tentam resolver os problemas e atender aos interesses do país e gatinhas no cio com os que apenas trabalham em prol de seus próprios interesses”, publicou em sua conta do Twitter.

Leia também: Carlos Bolsonaro ri após ser bloqueado por Dilma no Twitter

Carlos afirma que veículos jornalístico estariam tentando sabotar o governo de seu pai e, enquanto isso, duas Medidas Provisórias (MP) criadas por Bolsonaro perdem validade por não terem sido aprovadas pelo Congresso. 

Ele se refere à MP da carteira estudantil, que cria carteirinhas gratuitas e digitais para alunos, e a MP do balancete, que tiraria a obrigatoriedade de empresas publicarem seus balanços anuais em jornais impressos. A primeira perde validade neste domingo (16), e a segunda perdeu em três de dezembro de 2019.

A MP do balancete tem grande impacto em veículos jornalísticos impressos, já que parte de sua fonte de financiamento vem da publicação dos balanços empresariais. A divulgação dos balanços em jornais é uma forma de tornar essa informação acessível e transparente para a população.

“A imprensa canalha tenta desesperadamente criar uma guerra interna no Governo Bolsonaro para sabotá-lo”, afirmou Carlos . Na manhã desta sexta, o vereador também criticou a emissora. “O grupo grobo e seus tentáculos diretos e indiretos de desinformação diária seguem tentando causar intrigas”. 

Leia também: Imagens mostram ex-assessores investigados pelo MP indo ao gabinete de Carlos



    Veja Também

      Mostrar mais