Bruno Covas
Paulo Guereta/Photo Premium/Agência O Globo
Prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), vai disputar a reeleição

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB) pretende disputar a reeleição e já conta com estrategista de campanha. O chefe do executivo da capital paulista também articulou uma aliança com pelo menos cinco partidos, além do PSBD. Com isso, o tucano pode conseguir mais espaço de propaganda eleitoral gratuita na televisão e no rádio. 

Leia mais: "Apoio eu recebo de qualquer um", diz Bruno Covas sobre eleição

Mesmo em tratamento contra um câncer e com sessões de quimioterapia no Hospital Sírio Libanês, Covas conseguiu espaço com siglas como o PSC, Podemos, Cidadania, DEM e PL. Diante desse cenário, a expectativa é que o atual prefeito de São Paulo consiga 40% do espaço reservado para inserção nas mídias aos candidatos.

O responsável pela comunicação de Bruno Covas será Felipe Soutello, marqueteiro responsável por coordenar a comunicação da campanha de Márcio França (PSB) em 2018, além de ter participado da campanha presidencial de José Serra (PSDB) em 2010. 

Leia também: Bruno Covas inicia sétima sessão de quimioterapia

Ao Estadão, o presidente municipal do PSDB, Fernando Alfredo, disse que Covas tem um perfil que pode atrair eleitores da esquerda e da direita. "Ele é o candidato do centro que fala com os dois extremos".

Vice indefinido 

O nome que irá ocupar a vice-candidatura na disputa da prefeitura de São Paulo não foi divulgada por Bruno Covas . Um cenário possível e desejado pelo governador João Doria (PSDB) é a dobradinha com a deputada Joice Hasselmann (PSL). Outro cenário possível é uma representação vinda do  Republicanos (ex-PRB). Uma chapa pura, com a senadora Mara Gabrilli (PSDB) também pode acontecer, caso as negociações com outras legendas não avancem.

    Veja Também

      Mostrar mais