O presidente Jair Bolsonaro durante visita ao Templo de Akshardham
Alan Santos / PR
O presidente Jair Bolsonaro durante visita ao Templo de Akshardham

O presidente Jair Bolsonaro criticou, nesta segunda-feira (27), o governador do Rio, Wilson Witzel , pelo telefonema feito ao vice-presidente Hamilton Mourão para pedir apoio ao envio de água potável às áreas atingidas pelas chuvas no Norte do estado. A conversa foi filmada por um assessor de Witzel e publicada na conta do governador no Twitter.

Leia também: Mesmo com suspensão, Pará e São Paulo manterão mecanismo do juiz de garantias

"Pelas imagens, ele está no seu carro e um assessor filma. E ele liga para o presidente em exercício. Acho que não é usual alguém fazer isso. Eu não gostaria que fizessem comigo qual seja o assunto. O que se trata por telefone tem que ser reservado", disse Bolsonaro .

Você viu?

A crítica foi feita no último dia da visita de Bolsonaro à Índia , em que o presidente participou de um encontro com empresários dos dois países. Em seu discurso, o presidente lembrou sua campanha, afirmando que “fizeram de tudo para me tirar de combate”, e que seu governo está recuperando a confiança do mundo no Brasil . Em seguida, em uma breve conversa com jornalistas, ele trocou a palavra confiança por “consciência”.

Leia também: Chuvas causam inundações e deixam seis mil desabrigados no interior do Rio

"O Brasil recupera a sua consciência no mundo, e um futuro promissor nos aguarda. Estou muito feliz com essa passagem por aqui, muito honrado de ser convidado para participar da solenidade da data da República e nós estamos agora praticamente encerrando a nossa missão aqui na Índia e voltando agora para o Brasil com boas notícias", disse Bolsonaro .

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários