Sonia Guajajara arrow-options
Divulgação
Sônia Guajajara

A Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (APIB) afirmou, nesta quinta-feira (23), que vai entrar na Justiça contra o presidente Jair Bolsonaro por racismo. O anúncio foi feito após Bolsonaro dizer que "cada vez mais, o índio é um ser humano igual a nós".

"Nós, povos indígenas originários desta terra, exigimos respeito. Bolsonaro mais uma vez rasga a Constituição ao negar nossa existência enquanto seres humanos", afirmou a líder indígena e coordenadora da APIB, Sônia Guajajara. "É preciso dar um basta a esse perverso!"


A declaração de Bolsonaro foi feita durante a transmissão ao vivo que costuma fazer semanalmente em suas redes sociais. No momento em que fez o comentário sobre os indígenas , o presidente tratava da criação do Conselho da Amazônia.

"Com toda certeza, o índio mudou. Cada vez mais, o índio é um ser humano igual a nós. Então, fazer com que o índio cada vez mais se integre à sociedade e seja realmente dono da sua terra indígena. Isso que nós queremos aqui", disse Bolsonaro.

    Veja Também

      Mostrar mais