Antonio Anastasia será o primeiro vice-presidente do Senado, compondo a Mesa Diretora
Jefferson Rudy/Agência Senado
Antonio Anastasia será o primeiro vice-presidente do Senado, compondo a Mesa Diretora


O senador Antonio Anastasia (PSDB-MG) pode trocar de partido. Em reuniões seguidas com Gilberto Kassab, o atual tucano está bem próximo de anunciar sua filiação ao PSD. Os dois principais motivos seriam o desgaste que o PSDB sofreu em Minas Gerais após denúncias de corrupção de Aécio Neves e a proximidade do parlamentar com o atual prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD).

Leia também: Ministério Público investiga improbidade em prestação de contas do PSDB de 2014

Além de tentar se disvincular da proximidade com Aécio Neves, Anastasia espera fazer uma espécie de "tabelinha" com Alexandre Kalil, apoiando a reeleição do prefeito e recebendo o apoio nas eleições de 2022, quando deixará de ser senador.

Ex-ministro do Trabalho no governo FHC, Anastasia foi vice de Aécio Neves no período que o atual deputado tucano foi governador. Depois, com apoio de Aécio, se elegeu governador do de Minas Gerais no primeiro turno nas eleições de 2010.

Leia também: Expulsão de Aécio Neves do PSDB pode parar na Justiça

Relator do processo de impeachment de Dilma Rousseff no Senado em 2016,  Anastasia é uma das principais figuras do PSDB e foi eleito vice-presidente da Casa neste ano.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários