Tamanho do texto

Declaração foi publicada no Twitter junto a um vídeo do general Heleno em que o chefe do GSI analisa o primeiro ano de governo e defende Bolsonaro

Presidente Bolsonaro arrow-options
Agência Brasil
Presidente Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro afirmou na noite desta quinta-feira (26), em sua conta do Twitter, que sairá da vida pública "imediatamente" caso alguém seja prejudicado por alguma decisão dele. 

Leia também: Bolsonaro sanciona lei que extingue prisão disciplinar para PMs e bombeiros

"Por 28 anos estive na Câmara. Agora coloco em prática o que vi e aprendi para o bem do nosso País. Caso, de concreto, você seja prejudicado por qualquer decisão minha, eu mesmo saio da vida pública imediatamente. Um abraço a todos!", escreveu Bolsonaro

O presidente também publicou um vídeo em que o general Augusto Heleno , chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) analisa o início do governo e defende Bolsonaro. “O primeiro ano do presidente, a gente comparando com o esporte, é um ano de aquecimento, onde vai conhecer as coisas. Ele imagina fazer muita coisa que a estrutura não vai permitir que faça. A burocracia vai impedir que faça. Ele tem que se adaptar a todas as conjunturas que o obrigam a se limitar àquelas regras do jogo. Este primeiro ano é de adaptação”, afirmou.