Tamanho do texto

Decisão foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União na quarta. Suspensão de nomeação de Sérgio Camargo foi pedida por juiz do Ceará

homem careca arrow-options
Reprodução
Sérgio Camargo já disse que existe "racismo nutella" no Brasil

Uma edição extra do Diário Oficial da União publicada na quarta-feira (11) anunciou a suspensão da nomeação do jornalista Sérgio Nascimento de Camargo ao cargo de presidente da Fundação Cultural Palmares .

A nomeação de Sérgio (que fala em “racismo nutella” e defende o fim do Dia da Consciência Negra) para fundação que promove a cultura afro-brasileira no governo, gera polêmica desde o começo de dezembro. A suspensão anunciada na quarta foi decorrência do pedido de um juíz federal do Ceará.

Leia também: Presidente afastado da Fundação Palmares defende fim do Dia da Consciência Negra

A justificativa dada pelo juiz com o pedido foi de que há publicações nas redes sociais do jornalista que têm “o condão de ofender justamente o público que deve ser protegido pela Fundação Palmares”.

Também na edição extra da quarta-feira, a nomeação da arquiteta Luciana Rocha Féres para presidência do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) foi suspensa. Luciana tinha sido nomeada em portaria assinada por Onyx Lorenzoni após exoneração de Kátia Santos Bogeá.