Tamanho do texto

O petista afirmou que procuradores estão agindo sem responsabilidade; nova fase da Lava Jato investiga suposto pagamento a empresas de Lulinha

Lula arrow-options
Paulo Guereta/Photo Premium/Agência O Globo
"Recorrem a malabarismos no esforço de me atingir", diz Lula

O ex-presidente Lula afirmou que a Lava Jato está perseguindo sua família após a Polícia Federal ter cumprido mandados de busca e apreensão nesta terça-feira (10) nas investigações de pagamentos suspeitos de R$ 132 milhões da Oi para empresas de Fabio Luis Lula da Silva, filho do ex-presidente e conhecido como Lulinha.

Leia também: Lava Jato investiga pagamentos suspeitos a empresas de filho de Lula

“O espetáculo produzido hoje pela Força Tarefa da Lava Jato é mais uma demonstração da pirotecnia de procuradores viciados em holofotes”, publicou Lula em sua conta de Twitter. 

O ex-presidente afirma que os procuradores estão agindo sem responsabilidade e realizando “malabarismos” para atingi-lo. Para fazer isso, ele argumenta que a Lava Jato está perseguindo ilegalmente seus filhos e sua família.

Segundo a investigação, a Oi seria responsável por 74% dos recebimentos de uma das empresas de Lulinha. Sócios do filho de Lula  também aparecem como proprietários do sítio de Atibaia , que levou à condenação do ex-presidente a 17 anos, um mês e dez dias de prisão pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região.

Leia também: Maioria da população considera justa a soltura de Lula, aponta Datafolha



    Leia tudo sobre: Lula