Tamanho do texto

Segundo colunista, a sequência de adiamentos da participação da deputada na CPI das Fake News gerou ironias e piadas sobre ela por parte de aliados

mulher arrow-options
Renato Costa / FramePhoto / Agência O Globo
Joice Hasselmann (PSL-SP) na tribuna da Câmara dos Deputados

As constantes justificativas dadas pela deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) para desmarcar por duas vezes suas participações na CPI das Fake News irritam até mesmo os aliados dela. A informação é da coluna Radar, do jornalista Robson Bonin (Veja).

Segundo o colunista, que não citou nomes, as faltas da deputada, que primeiro afirmou que tinha sofrido ameaças para não participar e depois pediu mais tempo para preparar um bom material na apresentação da CPI , já geraram ironias e piadinhas entre parlamentares.

Leia também: 'Joice não acrescenta, é só modinha', diz líder do PSDB sobre chapa com Covas

Em entrevista dada no dia em que adiou a participação na CPI , Joice afirmou que recebeu mensagem enquanto voava de São Paulo para Brasília. No texto, era chamada de "vagabunda" e que ela "merecia um tiro na testa".