Bolsonaro
José Dias/PR - 19.11.19
Bolsonaro disse que sua vida passou a ser 'um inferno' depois das eleições por conta de Witzel.

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC-RJ)  disse que vai processar judicialmente o presidente Jair Bolsonaro por causa das acusações envolvendo o caso da ex-vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ). O presidente disse que o governador do Rio teria manipulado as investigações. Em resposta, o chefe do executivo fluminense disse que irá processar Bolsonaro, que na visão dele, "passou de todos os limites". 

"As acusações são acusações levianas. Ele está acusando um governador de estado a manipular a polícia do estado. A polícia do Rio de Janeiro é independente. Eu vou tomar providências judiciais contra ele e iniciar uma ação penal para que ele responda por seus atos tentando me acusar de fatos que eu não pratiquei", disse Witzel.

Leia mais: Presidente municipal do PSOL é assassinado no Acre

Bolsonaro também afirmou que Witzel usa as investigações para fins políticos, com perspectiva para concorrer nas eleições presidenciais de 2022. Durante o lançamento do partido Aliança pelo Brasil nesta quinta-feira (21), Bolsonaro afirmou que a vida dele se tornou um 'inferno' depois das eleições por causa do Witzel. 

"Se o Flávio Bolsonaro está sendo investigado, se esse processo  do caso marielle tem um fato que envolve a casa do presidente, isso não compete a mim e sim ao ministério público que tem independência a polícia civil que no nosso governo ganhou independência. E quem não deve, não teme", afirmou o governador do Rio de Janeiro. 

    Veja Também

      Mostrar mais