Tamanho do texto

Presidente reeleito renunciou ao cargo na tarde deste domingo (10)

Evo arrow-options
Reprodução/Twitter/evoespueblo
Evo Morales disse que mandado contra ele é ilegal

Evo Morales , agora ex-presidente da Bolívia , usou sua conta do Twitter para dizer que um policial anunciou publicamente ter um mandado de prisão contra ele - o qual disse ser ilegal. 

"Denuncio para o mundo e para o povo boliviano que um policial anunciou publicamente que tem instrução de executar uma ordem de prisão ilegal contra a minha pessoa; da mesma forma, grupos violentos assaltaram minha casa. Os golpistas destroem o estado de direito", escreveu Evo que ficou na presidência da Bolívia por 13 anos. 

Morales renunciou ao cargo em rede nacional  após protestos e denúncias de irregularidades na reeleição. Logo depois, María Eugenia Choque Quispe, presidente do Tribunal Supremo Eleitoral da Bolívia, também renunciou e acabou sendo presa