Tamanho do texto

Eduardo Azeredo foi condenado pelo Tribunal de Minas a 20 anos e um mês de prisão no caso do mensalão do PSDB por peculato e lavagem de dinheiro

Ex-governador Eduardo Azeredo arrow-options
Valter Campanato/ABr
Ex-governador Eduardo Azeredo

O ex-governador de Minas Gerais, Eduardo Azeredo, recebeu alvará de soltura nesta sexta-feira (8) após o Supremo Tribunal Federal (STF) determinar o fim de prisão após condenação em segunda instância . O recurso foi apresentado na Vara de Execuções Penais do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG).

O tucano foi condenado em 2017 a 20 anos e um mês de prisão no caso do mensalão do PSDB por peculato e lavagem de dinheiro.  A sentenção na primeira instância foi dada em 2015.

Azeredo estava detido na sede do 1º Batalhão do Corpo de Bombeiros, localizado no bairro Funcionários, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte.

Leia também: Além de Lula, Dirceu também pede para deixar a prisão

Após completar um ano na carceragem em maio deste ano, o ex-governador foi desfiliado do PSDB. De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG), a desfiliação foi pedida por ele mesmo. Segundo a Justiça Eleitoral , ele fez parte do partido por mais de 30 anos (entre 1988 e 2019).

    Leia tudo sobre: Lula