Tamanho do texto

Assunto, que veio à tona após ex-presidente reclamar de entrada da PF na cela para intimação, foi o mais comentado do Twitter no Brasil nesta quinta

Homem com mão no rosto arrow-options
Marcelo Camargo
Lula

Um dia após a informação de que o ex-presidente Lula foi acordado dentro da cela pela Polícia Federal às 6h para receber intimação de testemunha em investigação contra a ex-presidenta Dilma Rousseff, internautas e apoiadores subiram a hashtag #LulaCorrePerigo nas redes sociais.

A hashtag , que logo se tornou o assunto mais comentado no Twitter do Brasil, foi replicada por milhares de seguidores, entre eles, a deputada federal de Minas Gerais Margarida Salomão (PT) e o deputado federal do Rio Grande do Sul, Bohn Gass, também do Partido dos Trabalhadores.

Leia também: Lula critica visita da Polícia Federal às 6h na cela: "uma verdadeira palhaçada"

Gass chegou a classificar ação da PF como fascista . "Fascista não tem, e por não ter, não respeita limites”, disse. A hashtag que garante que o ex-presidente está em perigo dentro da PF vira um dos assuntos mais comentados no mesmo dia em que a votação sobre prisão após condenação em segunda instância, que pode terminar com Lula solto, é retomada pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

    Leia tudo sobre: lula