Tamanho do texto

Deputado federal pelo PSL e filho do presidente, Eduardo Bolsonaro defende que o jornalista Augusto Nunes “reagiu como qualquer pessoa normal”

Eduardo Bolsonaro arrow-options
Jorge William / Agência O Globo
Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) defende o jornalista Augusto Nunes.

O jornalista Augusto Nunes agrediu nesta quinta-feira (7) o também jornalista Glenn Greenwald , do The Intercept, durante o programa Pânico, da rádio Jovem Pan . O deputado federal do PSL-RJ e filho do presidente, Eduardo Bolsonaro afirmou que Nunes não teve opção e agiu em legitima defesa de sua honra.

Leia também: Augusto Nunes agride Glenn Greenwald ao vivo durante entrevista

"[Nunes] reagiu como qualquer pessoa normal com sangue nas veias teria reagido", afirmou Eduardo em sua conta pessoal do Twitter, nesta quinta (7). “Ninguém é obrigado a ser violentado a todo momento com distorções de suas falas, ser xingado na cara e aceitar”, disse o deputado em defesa de Augusto Nunes .

Eduardo se refere ao momento antes da agressão, quando o fundador do site The Intercept chamou o outro jornalista de covarde após ter relembrado o episódio em que Nunes havia dito que Glenn e seu marido eram negligentes com os filhos do casal.

Leia também: Além de Carlos Bolsonaro, veja quem mais apoiou a agressão de Nunes a Glenn