ex presidenta dilma rousseff e fernando haddad
Roberto Stuckert Filho/PR
Dilma e Haddad

O novo presidente eleito da Argentina, Alberto Fernandéz, será anfitrião do encontro internacional da esquerda, que reúne líderes e representantes de partidos. A reunião, marcada para os dias 8, 9 e 10 de novembro, contará com alguns ex-presidentes da América do Sul, como a brasileira Dilma Rousseff, o uruguaio Jose Pepe Mujica e o colombiano Ernesto Samper. 

Leia mais: Bolsonaro diz que não irá à posse de Alberto Fernandez 

Além de pessoas que ocuparam o cargo de presidente, a lista de convidados também conta como nomes como Fernando Haddad e Marco Enriquez-Ominami, ex-candidato à presidência no Chile. 

Este ano, o encontro discutirá “um novo projeto comum”, que busca ações da esquerda - alternativas às já estabelecidas pelo Grupo de Lima - para tratar a crise venezuelana. A reunião, que teve sua primeira edição no ano passado, é vista como um “intercâmbio político na América Latina ”. 

Outras crises que atingem o continente - como a do Chile Bolívia - também estão na pauta na reunião. De acordo com documento de fundação do grupo, a união trabalha com o objetivo de “conter o avanço da direita conservadora”. 


    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários