Operação da PF mira pagamento de propina ao deputado Sérgio Souza (MDB-PR)
Cleia Viana/Câmara dos Deputados
Operação da PF mira pagamento de propina ao deputado Sérgio Souza (MDB-PR)

A Polícia Federal deflagrou nesta segunda-feira (21) a Operação Grand Bazaar , para desarticular um esquema de pagamento de propina ao deputado federal Sérgio Souza (MDB-PR) por envolvidos em fraudes a fundos de pensão .

Leia também: “Igual a uma ferida, cicatriza naturalmente”, diz Bolsonaro sobre crise com PSL

Iniciada em 2018, a investigação que hoje mira Sérgio Souza partiu da colaboração premiada do operador financeiro Lúcio Funaro, que atuou em fraudes reveladas pelas Operações Cui Bono e Patmos, ambas de 2017.

A lavagem de dinheiro envolvia a remessa de recursos desviados dos fundos de pensão para empresas de fachada nos Estados Unidos.

Na sequência, operadores disponibilizavam recursos em espécie no Brasil, entregues em endereços vinculados a supostos intermediários do parlamentar federal em residências de Brasília e hotéis de São Paulo.

Leia também: “Está faltando maturidade política”, diz presidente do DEM sobre crise no PSL

Cerca de 100 policiais federais cumprem 18 mandados de busca e apreensão nos endereços dos investigados, que incluem autoridades públicas como Sérgio Souza , beneficiários dos recursos, operadores financeiros, um advogado e empresários, em São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e Curitiba.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários