Tamanho do texto

Deputada disse que 'nem com a ajuda do pai' Eduardo conseguiu ser líder. Joice disse que assinou lista em apoio ao Waldir por 'ter dado sua palavra'

Eduardo Bolsonaro e Joice Hasselmann arrow-options
Reprodução/Twitter/JoiceHasselmann
Eduardo Bolsonaro e Joice Hasselmann trocaram acusações pelas redes sociais, mas deputada já chamou o colega de "irmão"

As farpas entre Joice Hasselmann (PSL-SP) e a família Bolsonaro continuam. Dessa vez, a deputada se referiu ao filho do presidente Jair Bolsonaro , Eduardo Bolsonaro, como 'menino que não consegue nada sozinho'.

A parlamentar teria dito que 'nem com a ajuda do pai' Eduardo teria alcançado a liderança do PSL na Câmara, segundo informações apuradas pela Folha de São Paulo. 

Leia mais: Antes "irmãos", Eduardo Bolsonaro e Joice trocam farpas nas redes sociais

As declarações foram dadas nesta sexta-feira (18) em uma reunião do comando do PSL para discutir o racha aberto entre o partido e o Palácio do Planalto. O clima entre a deputada e a família Bolsonaro surgiu a partir da destituição de Hasselmann do cargo de líder do governo no Congresso. 

A guerra de listas deflagrada entre a ala bolsonarista do PSL e o grupo alinhado ao deputado Luciano Bivar (PSL-PE) tem acentuado os conflitos no governo. À Folha, a deputada afirmou que assinou a lista de apoio ao deputado Waldir por ter dado sua palavra. 'Eu não vou sacrificar a minha palavra e a minha honra por conta de dois meses na liderança, botando um menino na liderança que não consegue nada sozinho', afirmou Joice.

Leia também: "Traição é o 'modus operandi' do governo Bolsonaro", dispara Joice Hasselmann

A perda da liderança de Joice foi consequência da assinatura em apoio à Waldir. A ideia dos bolsonaristas era substituí-lo por Eduardo Bolsonaro. 

'Nem com a ajuda do pai Eduardo conseguiu a maioria para estar líder do PSL', disparou Halssemann. 'Eu gosto do Eduardo Bolsonaro, agora tudo o que ele conseguiu foi à sombra de alguém', comentou. 

Mais farpas

Em resposta aos depoimentos da deputada Joice Hasselmann, Eduardo Bolsonaro postou em suas redes sociais uma montagem com o rosto de Joice em uma nota de R$ 3. A crítica feita pelo filho do presidente se direcionaram ao fato de Joice se dizer 'a Bolsonaro de saias', mas 'correr coletando assinaturas para termos Delegado Waldir de líder'.