Líder do governo na Câmara, Major Vítor Hugo continua na busca por assinaturas para destituir Waldir
Fábio Rodrigues Pozzebom/ABr
Líder do governo na Câmara, Major Vítor Hugo continua na busca por assinaturas para destituir Waldir

O líder do governo na Câmara dos Deputados , Major Vitor Hugo (PSL-GO), disse nesta quinta-feira (17) que continua a recolher assinaturas de deputados do PSL para tentar destituir o deputado Delegado Waldir (GO) da liderança do partido. Em disputa interna pelo controle da legenda, Vitor Hugo reforçou a necessidade de mudança ao comentar uma gravação vazada com a voz de Waldir. No áudio, Waldir diz que poderia "implodir" o presidente Jair Bolsonaro , a quem se refere como "vagabundo" . Waldir é aliado de Luciano Bivar , presidente do partido.

"Manifestação infeliz. Fica claro, como foi gravado em momento reservado, o posicionamento. Mais um motivo que reforça a necessidade da mudança da liderança. Imagine o líder do PSL fazendo uma manifestação expressa contra o presidente dessa maneira. E falando certamente uma mentira. Não tem nada contra o presidente", disse Vitor Hugo.

Leia também: Janaina Paschoal sobre situação do PSL: "Tanta loucura parece impossível!"

A Secretaria-Geral da Câmara dos Deputados manteve nesta quinta-feira Waldir (GO) como líder do PSL . Após Jair Bolsonaro intervir para destitui-lo, aliados do presidente da República recolheram assinaturas em duas listas para nomear Eduardo Bolsonaro (SP) como novo líder da legenda. A área técnica da Câmara, entretanto, invalidou os documentos por não ter alcançado na conferência de assinaturas os 27 apoios necessários para a troca. Por outro lado, uma lista entregue pelo grupo de Waldir chegou a 29 deputados, reafirmando seu posto.

Você viu?

"Nós vamos buscar uma nova lista (...) Não vi qualquer derrota. O processo ainda não acabou", disse o líder do governo.

Leia também: Líder do PSL diz que vai implodir Bolsonaro: "Sou o mais fiel a esse vagabundo"

O parlamentar afirmou ainda que troca tem o objetivo de buscar "estabilidade" no partido.

"A gente não pode ter uma liderança no PSL que desestabiliza o jogo, como por exemplo a obstrução em Medida Provisória importante para o governo."

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários