Casal Flordelis e pastor morto
Reprodução/Facebook
Nesta quarta, morte do pastor Anderson do Carmo completa quatro meses

Nesta quarta-feira (16), a morte do pastor Anderson do Carmo, marido da deputada federal Flordelis (PSD-RJ) que foi assassinado dentro da casa da família em Pendotiba, no estado do Rio de Janeiro, no último dia 15 de junho, completa quatro meses.

Apesar de alguns avanços, como a realização da reconstituição do crime, que contou com a participação de boa parte dos envolvidos, inclusive a própria Flordelis, e a definição da data do início do julgamento dos dois filhos do casal que estão presos, Flávio e Lucas dos Santos, a investigação segue com muitos furos e diversas suspeitas.

Entre os pontos que ainda precisam ser esclarecidos estão a confirmação do assassino, a motivação do crime, o número de participantes e qual foi o papel representado por cada um no suposto plano de execução do pastor.

Tais dúvidas poderão ser esclarecidas com o início do julgamento, que confrontará testemunhas de acusação e defesa dos filhos do casal, e que podem trazer nova luz à investigação.

Pontos de dúvida


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários