Tamanho do texto

Presidente afirmou que deputado precisava puxar olhos para o lado para não ser reconhecido na China, onde o parlamentar o acompanhará no fim do mês

Bolsonaro arrow-options
Reprodução
Bolsonaro afirmou que deputado precisava puxar os olhos para não ser reconhecido na China

Durante sua tradicional live no Facebook na noite desta quinta-feira (10), o presidente Jair Bolsonaro fez uma piada considerada racista sobre o deputado Hélio Lopes, conhecido como Hélio Negão. O presidente também anunciou que o parlamentar o acompanhará em viagem a China e zombou de asiáticos. 

Leia também: PSL pune quatro deputados após crise entre Bolsonaro e Luciano Bivar

Durante a live, Bolsonaro lembrou de sua infância na cidade de Eldorado, no interior de São Paulo, contando que pescava e colhia. "Tirava maracujá também, um pretinho, doce, coisa maravilhosa. Da cor do Hélio Negão. Vem cá, Negão!", disse o presidente, chamando o parlamentar para aparecer no vídeo. "Da cor do Hélio, da careca do Hélio o maracujá", completou, rindo. 

Bolsonaro ainda anunciou que o deputado o acompanhará em viagem a China no final do mês de outubro. "O Hélio vai pra China comigo. Eu falei: Tem algum problema? É só você fazer assim que ninguém vai te achar na multidão", disse, enquanto puxava os olhos para o lado. 



Durante a live, o presidente também afirmou que confia no presidente Donald Trump para o apoio a entrada do Brasil na OCDE. "A 1ª vez que estive com Trump, eu pedi pra ele esse apoio. Ele imediatamente nos deu. Agora, não depende só dele. Nós temos que procurar todos os países, porque tem que haver uma unanimidade", disse. O 1º que procuramos foi Israel, foi Benjamin Netanyahu. E assim, a nossa equipe está trabalhando, estamos praticamente chegando lá”