Na posse de Aras, Bolsonaro pede que procuradores alertem governo caso vejam algo errado
Isac Nóbrega/PR - 2.10.19
Na posse de Aras, Bolsonaro pede que procuradores alertem governo caso vejam algo errado

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) fez um "apelo" aos membros do Ministério Público nesta quarta-feira (2), pedindo para que eles avisem membros do governo sobre eventuais práticas erradas , para que elas possam ser corrigidas antes de uma punição. A solicitação ocorreu durante cerimônia pública de posse do novo procurador-geral da República, Augusto Aras.

Leia também: Michelle Bolsonaro doa vestido da posse para leilão de caridade

"O apelo que eu faço a todos os membros do Ministério Público. É importante investigar, é importante fazer cumprir a lei, mas muitas vezes, se nós estivermos em caminho não muito certo, e muitas vezes estamos fazendo aquilo bem intencionados, nos procure para que possamos corrigir. Corrigindo é muito melhor do que uma possível sanção lá na frente", disse Bolsonaro .

O pesselista afirmou que "não foi fácil" escolher o novo procurador-geral, porque havia diversos bons candidatos, e parabenizou o Ministério Público por sua "qualificação".

Como já havia feito antes da indicação de Aras, o presidente voltou a fazer uma comparação com um jogo de xadrez. Disse que ele é rei e o procuradora-geral, a rainha. Os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), seriam as torres, enquanto o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, representaria o cavalo. Na analogia, os ministros do governo são os peões.

Leia também: Aras não acredita que Adélio tenha agido sozinho e defende reabertura do caso

O ato formal da posse de Aras ocorreu na semana passada, em um evento no Palácio do Planalto com Bolsonaro . Já a cerimônia desta quarta, que contou com mais convidados, ocorreu na sede da Procuradoria-Geral da República (PGR).

    Leia tudo sobre:

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários