´residente Jair Bolsonaro
Divulgação
´residente Jair Bolsonaro

Uma resolução do Comitê de Desenvolvimento do Programa Nuclear Brasileiro cria um grupo técnico que tem por objetivo dinamizar a área regulatória para o desenvolvimento do setor nuclear do país.

Leia também: Só em 2044! Custo de carro usado por Bolsonaro nos EUA é colocado sob sigilo

O documento, publicado no Diário Oficial da União desta segunda-feira (30), diz que o grupo sobre o setor nuclear será integrado por representantes dos ministérios de Minas e Energia; Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações; Meio Ambiente; e do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência da República.

Você viu?

Além disso, também integram o grupo o Centro Tecnológico da Marinha, em São Paulo; a Secretaria Especial da Receita Federal; A Comissão Nacional de Energia Nuclear; a Eletrobras- Eletronuclear; o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis; as agências Nacional de Vigilância Sanitária; Nacional de Saúde Suplementar; Nacional de Mineração; e Naval de Segurança Nuclear e Qualidade. 

O grupo técnico terá por objetivo preparar em 180 dias, a contar de hoje, podendo ser prorrogado por mais 180 dias, um relatório propondo diretrizes e metas para viabilizar a dinamização da área regulatória para o desenvolvimento do setor nuclear brasileiro, concluso ao Coordenador do Comitê de Desenvolvimento do Programa Nuclear Brasileiro.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários