Tamanho do texto

Durante programa na TV Globo, o presidente da Câmara afirmou que, depois de entender o "método", parou de se incomodar com os ataques na internet

Rodrigo Maia arrow-options
Reprodução/TV Globo
Rodrigo Maia participou do programa "Conversa com Bial", da TV Globo

O presidente da Câmara Rodrigo Maia fez revelações sobre como as declarações dos filhos de Bolsonaro o afetaram. Durante o programa "Conversa com Bial", da TV Globo, o parlamentar disse que chegou a ficar sem dormir após ser atacado por Flavio e Eduardo Bolsonaro.

Maia disse ter uma boa relação com os políticos, a quem ele se referiu como "senador" e "deputado federal", cargos ocupados por eles. "Na relação pessoal, não posso reclamar de nenhum dos dois, são muito educados e respeitosos. Na internet é que o negócio fica um pouco mais agressivo."

Leia também: Flávio Bolsonaro age como o pai e vira principal inimigo da CPI da Lava Toga

"No começo, eu sofria, ficava sem dormir, como é que eu posso estar apanhando desse jeito? Eu estou ajudando o governo na reforma e não paro de apanhar", completou.

O deputado disse que, depois de um tempo, passou a entender como funcionava o modus operandi de Flavio e Eduardo, e que isso o ajudou a deixar de se importar. "Você acaba compreendendo que aquilo ali é um método de um ambiente radical, que você precisa dar carne aos leões todos os dias para que eles possam continuar movimentando. Conseguindo entender o que significa, eu parei de ter incômodo com isso", definiu. 

Maia encerrou o assunto dizendo que, com Eduardo Bolsonaro, "a relação é muito correta", mas acrescentou que não há amizade entre os dois. Já com Flavio, Maia disse que o contato entre eles é melhor. "É o mais articulado de todos", finalizou.